O Jornal

17/11 e 18/11

o jornal kaio augusto

O que não fazer na hora H

 

 Antes de sair com aquele homem que nos rouba o sono, todo mundo faz uma listinha mental de como se comportar: como agir, o que dizer, o que vestir. Só que, às vezes, concentradas na lista do que fazer, esquecemos das coisas que não devemos fazer de jeito nenhum quando a intenção é conquistar o gato.

Pensando nisso, conversamos com quatro feras no assunto: Suzana Leal, autora do livro "Os segredos de Pselda", Adrianna Grannah, consultora amorosa, Regina Racco e Nelma Penteado, professoras de artes sensuais.

VOCABULÁRIO OUSADO: “Não fale frases depravadas, pois este tipo de comportamento vai assustá-lo. Os homens são extremamente machistas”, lembra Adrianna.

TUDO DE PRIMEIRA: “Não mostre suas performances na cama logo na primeira vez, por mais tentada que você fique. Deixe ele conduzir o encontro. Lembre que você é uma dama e as damas jamais dizem sim, apenas talvez”, afirma Adriana

JÁ ESTIVE AQUI: “Jamais conte que conhece o motel ao qual foram ou que adora programas que acabem em motel”, diz consultora amorosa Adriana 

FALAR DEMAIS: “Não que a mulher deva ser monossilábica – isso passaria a impressão de que ela não está gostando da companhia. Mas priorize o ato de ouvir, ou seja, puxe assunto e ouça sem interromper. Não fale de ex, de criança (caso tenha filhos), menos ainda de dinheiro ou dívidas”, decreta Regina.

LINGERIE ERRADA: “Calcinha bege é artigo exclusivo para usar debaixo de vestido branco para não marcar. Jamais use diante de seu amor”, alerta Suzana Leal, autora do livro “Os segredos de Pselda”, apostando na lingerie preta ou branca que, segundo ela, nunca falham. “Calcinhas tipo short ou samba-canção também não deixam nenhum homem excitado”, ressalta Suzana.

FALTA DE HIGIENE: “Não caprichar na higiene pessoal brocha qualquer um. A mulher precisa se cuidar, se depilar e estar sempre perfumada na região íntima”, lembra Suzana Leal, autora do livro “Os segredos de Pselda”, aconselhando jamais fazer a higiene íntima na frente dele. “Você deve parecer perfeita, uma diva. Ele não precisa saber como tudo repentinamente fica lindo no seu corpo. Esses são os mistérios que só cabem às mulheres saberem”, afirma a consultora Suzana.

GRITINHOS: “Na primeira relação, dar gritos em altos brados, tipo ‘assusta vizinho’, assusta o parceiro também. Homem adora gemidos, leves e que só ele possa escutar”, garante Suzana, ressaltando que latidos e grunhidos ficam por conta mesmo de filmes vulgares.

BEBIDA EM EXCESSO: “Falar alto e beber em demasia perdendo a linha levam você de deusa do sexo a mera figurante na hora H. A transa é para se curtir a dois e, para isso, você deve estar lúcida para aproveitar e levá-lo ao delírio”, afirma a consultora de relacionamentos Suzana Leal.

PALAVRÕES: “Exagerar nos palavrões e xingar na hora H não é legal. Você pode até falar umas palavras picantes, mas tome cuidado para não parecer um homem falando durante uma partida de futebol”, lembra Suzana.

PORTA ABERTA: “Jamais utilize o banheiro de porta aberta, nem deixe artigos íntimos à mostra. Você é uma deusa para ele, então, não se torne uma reles mortal deixando que ele crie imagens de você usando o vaso sanitário, se depilando ou trocando o absorvente”, afirma Suzana.

ATRASOS: “Nunca se atrase em um primeiro encontro. Não pense que isso é charme e que valoriza a mulher. Homem detesta atrasos e, atrasada, você já entrará em campo em desvantagem”, salienta a professora de artes sensuais Regina Racco.

INSINUAÇÕES: “No começo, não deixe transparecer que almeja mais encontros. Nada de falar sobre futuros passeios, apresentação à família”, ensina Regina.

PÉSSIMO ASSUNTO: “Falar de problemas o tempo todo, contanto a operação de ponte de safena da tia, a doença de pele do cachorro e a dor de dente do cunhado”, ressalta a professora de artes sensuais Nelma Penteado.

DESATENÇÃO: “Em vez de olhar nos olhos dele, ficar o tempo todo reparando no ambiente, como se o outro nem estivesse ali”, afirma Nelma, enumerando os erros fatais na sedução.

FALAR DO EX: “É proibido falar dos ex-namorados. Pior ainda se for em detalhes, sejam eles bons ou ruins”, ensina Nelma Penteado.

 

 

Fonte: sexomulherzinha